Boletim 784 - A sogra de Simão achava-se acamada... | Primeira Igreja Presbiteriana de Porto Velho

Boletim 784 - A sogra de Simão achava-se acamada...

Publicado em: 21/05/2017 17:40:29

A sogra de Simão achava-se acamada, com febre; e logo lhe falaram a respeito dela. (Marcos 1.30)

 

Esta breve consideração na casa do apóstolo e pescador é muito interessante. A princípio, observamos que as alegrias familiares e os cuidados da família não constituíam um impedimento ao pleno ministério de nosso Senhor. De fato, desde que elas forneciam uma oportunidade de testemunho pessoal da graciosa obra do Senhor para a própria carne e sangue de alguém, podiam até instruir o professor melhor do que qualquer disciplina terrena. Alguns podem se manifestar contra o casamento, mas o verdadeiro cristianismo e a vida familiar se harmonizam bem juntos. Provavelmente a casa de Pedro era uma habitação simples de pescador, mas o Senhor da glória entrou nela, se hospedou e realizou um milagre ali. Se este pequeno livro estiver sendo lido em alguma casa humilde, este fato deve encorajar os que nela habitam a buscar a companhia do Rei Jesus. Deus habita mais em casas humildes do que em mansões de ricos. Jesus está olhando para você agora, desejando mostrar-se gracioso. A enfermidade havia entrado na casa de Simão, e a febre em uma intensidade mortal tinha prostrado a sogra dele. Logo que Jesus entrou naquela casa, falaram-Lhe a respeito daquela triste aflição. Ele se apressou a chegar ao leito da paciente. Você tem alguma doença em sua casa? Descobrirá que Jesus é o melhor de todos os médicos. Busque-O imediatamente, contando-Lhe tudo a respeito da enfermidade. Se é algo que diz respeito a algum dos filhos de Deus, então, é importante para o Senhor Jesus. Observe que Ele curou logo a senhora enferma. Ninguém pode curar como Jesus. Podemos não estar certos de que o Senhor removerá todas as doenças daqueles que amamos, pois sabemos que a oração da fé, mais do que por qualquer outra coisa neste mundo, será acompanhada por restauração. Nos casos em que isto não aconteça, temos de nos sujeitar à vontade daquele por meio de Quem a vida e a morte são determinadas. O amável coração de Jesus quer ouvir nossas tristezas. Derrame-as em seu ouvido paciente.

 

 

 

 

Tem alguma pergunta?










Obrigado por visitar o nosso site, ele foi desenvolvido pensando em servir você.