Boletim 785 - As suas faces são como um canteiro de bálsamo... | Primeira Igreja Presbiteriana de Porto Velho

Boletim 785 - As suas faces são como um canteiro de bálsamo...

Publicado em: 21/05/2017 17:42:46

“As suas faces são como um canteiro de bálsamo, como colinas de ervas aromáticas.” (Cântico dos Cânticos 5.13)

 

Este é o mês das flores! As chuvas de março e os ventos de abril realizaram a sua obra e a terra está toda adornada em beleza. Vem, alma minha, e ponha sua veste de feriado; saia a juntar flores de pensamentos celestiais. O “canteiro de bálsamo” é bastante conhecido para você, que tem frequentemente sentido o cheiro das “colinas de ervas aromáticas”. Dirija-se imediatamente ao seu Senhor e encontre nele toda amabilidade e regozijo. Aquele rosto outrora fustigado com severidade pela vara, frequentemente molhado por lágrimas de simpatia e, depois, maculado por cuspe – aquele rosto, visto que agora sorri com misericórdia, é um aroma fragrante para o meu coração.

Ó Senhor Jesus, não escondeste o teu rosto da vergonha e do cuspe. Encontrarei no adorar-Te o mais estimado deleite. As tuas faces foram sulcadas pelo arado da aflição e enrubescidas pelo sangue de tuas têmporas coroadas de espinhos. Tais marcas de amor ilimitado encantam minha alma, mais do que “colunas perfumadas”. Se não me fosse possível ver a sua face inteira, olharia suas bochechas; mesmo que olhe para Ele rapidamente, meu espírito será revigorado e produzirá uma variedade de alegrias. Em Jesus, eu encontro não somente fragrância, encontro também um canteiro de bálsamo. Encontro não somente uma flor, mas todo tipo de flores aromáticas. Ele é a minha rosa, o meu lírio, o meu amor-perfeito, o meu ramalhete de cânfora. Quando Ele está comigo, todo o ano é maio em minha vida. Minha alma sai a lavar seu rosto feliz no orvalho da manhã da graça de Cristo e consolar-se com o gorjeio dos pássaros de suas promessas. Ó precioso Senhor Jesus, faze-me conhecer a bênção que se encontra na comunhão permanente e ininterrupta contigo. Eu sou um pobre indigno, cuja face Tu tens condescendido em beijar! Oh, deixa-me beijar-Te em retribuição.

 

 

Tem alguma pergunta?










Obrigado por visitar o nosso site, ele foi desenvolvido pensando em servir você.