Boletim 802 - Traze o teu filho. (Lucas 9.41) | Primeira Igreja Presbiteriana de Porto Velho

Boletim 802 - Traze o teu filho. (Lucas 9.41)

Publicado em: 06/10/2017 07:29:50

O pai desapontado volveu-se, em desespero, dos discípulos para o Senhor deles. O seu filho se encontrava na pior condição possível, e todos os recursos haviam falhado. O filho foi imediatamente liberto do maligno, quando o pai obedeceu, com fé, a ordem do Senhor Jesus: “Traze o teu filho”.


Os filhos são um dom precioso de Deus. No entanto, muitas ansiedades surgem com a chegada dos filhos. Eles podem ser uma grande alegria ou uma grande infelicidade para os pais. Os filhos podem ser cheios do Espírito de Deus ou possuídos por um espírito maligno. Em todos os casos, a Palavra de Deus nos dá uma prescrição para a cura de todas as suas enfermidades: “Traze”. Oh, se orássemos com mais fervor em favor de nossos filhos, enquanto ainda são bebês. O pecado está neles; portanto, as nossas orações devem começar a atacá-lo. Os clamores em favor de nossos descendentes devem preceder aquele choro que acompanha a vinda deles ao mundo de pecado. Nos dias da juventude deles, veremos tristes indicadores daquele espírito mudo e surdo, que não fará orações corretamente, nem ouvirá a voz de Deus na alma. Ainda assim, Jesus ordena: “Traze”. Ao crescerem, podem afundar-se no pecado e revelar inimizade contra Deus. Então, quando o nosso coração estiver partido, lembremos estas palavras do grande Médico: “Traze o teu filho”. Enquanto estiverem vivos, não podemos cessar de orar por eles. Nenhum caso é perdido, enquanto Jesus está vivo. O Senhor às vezes permite que seu povo entre em apuros, a fim de que reconheçam quão necessário Ele é. Filhos ímpios, quando revelam nossa incapacidade de lidar com a depravação do coração deles, nos impelem a corrermos ao Poderoso para recebermos fortalecimento. Esta é uma grande bênção para nós. Seja qual for a necessidade, devemos permitir que ela nos leve, como uma forte correnteza, ao oceano do amor de Deus. Jesus pode remover imediatamente nossa tristeza. O Senhor Jesus se deleita em nos consolar. Apressemo-nos a buscá-Lo, enquanto Ele anela vir ao nosso encontro.

 

Tem alguma pergunta?










Obrigado por visitar o nosso site, ele foi desenvolvido pensando em servir você.